Alado - Proeza


A proeza Alado aparece na página 50 do Livro básico. Permite ao kansariano invocar asas de alguma criatura voadora em suas costas - desde que a mesma tenha em seu Estilo base. Estilos que não tenham asas em seu formato básico, invocarão apenas asas de Anjo, que serão pequenas e simples. Para aprendê-la, o kansariano precisará aprender a visualizar o seu Estilo, fechando o seus olhos e iniciando uma conexão com o mesmo. Assim, quando começar a visualiza-lo dentro de sua própria mente, o próximo passo é reproduzir suas asas em suas costas.

É um processo um pouco demorado. Nos primeiros dias, a única coisa que o kansariano consegue enxergar é uma silhueta de sua criatura interior. Enquanto ao passar de uma semana, já consegue enxergar com perfeição seu Estilo. Ao conhecer seu formato básico, o kansariano deverá se concentrar para que se crie asas do mesmo formato, começando por formar as asas olhando para um espelho. No início, elas vão causar um pouco de dor e não vão levantar vôo... o que vem com prática.

A proeza Alado ao ser aperfeiçoada, permite que o kansariano forme um par de asas forte o suficiente para levantar vôo com o peso do seu kansariano. Leva-se 15 dias para que se aprenda este poder após uma semana aprendendo a cria-las. Porém, é um poder de criação prático e que uma vez aprendido, nunca mais se esquece.

Os kansarianos só podem formar um tipo de asas, aquela que vem da forma base de seu Estilo. Caso o Estilo não tenha asas, o kansariano deverá criá-las usando como base, ilustrações, mas apenas asas de anjo que funcionam (que ficam pequenas, mas funcionam normalmente).

Nenhum comentário:

Postar um comentário